domingo, 23 de abril de 2017

Diadorício dela sombra do Alferes(Escrito um dia após o aniversário de 57 anos de Brasília)

Madrugada 22 de abril. Intermédios sorobem sânscritos
até o pináculo do templo, vejo a marina
quando aparecem ao longe - bandeiras pelas cinturas
dos mastros - os galeões, trajando
as sete princesas mortas___________

Jerusalém quéda em chamas  à vista dos helicópteros,
e são locustas de ferro e bronze rinchavelhando Espadas
enquanto as ocarinas Desmaiam, sob Girões -  
pés cujas bocarras mastigam a prensa do Lagar__________

Brasília esfolora ao rosto
os mesmos coturnos que há cinquenta e sete Invernos
desossam todos os corpos na estrada que desce
ao largo das galerias, tempo que eternamente 
rouba dos olhos os Jardins__________

pela primeira porta
procuramos o último tordo, elas folhuras
das árvores nos ranham Sânguires falangicíntidos: folhuras
de anteriormente Ômnias de criançalha pariceirendo
águas Claras___________

passaram nuvens pelas cantinflas-Esferas,
e nela luz da folha imaginada 
cantarolamos Sambúcuros:

terraços feitos em postas
sobre os ladrilhos do Mar.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Coisarandança, n.0(Para Luciana Moraes)

O que o mar e o canavial não aprendem
é que o sobretudo anda com os bolsos Trirrôtos,
chanfalho onde se estinguem as Naus
bem antes do tempo da velhice_________

há mais enguias venenorosas nos porões do homem
do que as tevês cantinflam pros mungunzérios
que tendo ouvidos não Ouvem,
tendo olórios são Cegos.

Do outro lado da praça é Incêndio,
e ninguém lembra dos que têm fome e sede 
de Justiça, parece Mesmo que o gilmar mendes
despauterou todo asteróide em Contrário:

êi vai passar na avenida 
o ditirambo das últimas árvores bêbadas 
sem as matinas da igreja da geremário,
inadianta anoitecer Rápido_________

dispois da fuga do rei
eles eunúcuros armaram tenda no eirado
e não existe maria da penha
que salve as concubinas agora à mercê 
do general filismino parido pelo zepelin
e MAIS:

faltam galopes de pianos nos prados
e os jardins desvoam sem comando 
pelos oito mil quilômetros de costa,

não vai ter crisma, nem meninas com laço
de fita, nem flor no olho,
isso porque no planalto 
a pasta rosa é toda um CU sem umbigo_________

o que ele canavial e mais as Vergas do mar
nunca jamais saberão é que nos duros da gema 
este país anda gigante e correndo 
prêles gramachos da História.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Um conto sobre trigais e cores vestidas de Ontem(Fandango à mó de 'celências. Para Luciana Moraes)

Daqui de dentro o sol 
é pouco e não vigem mais das paredes
anjos-fêmeas a apontar seus braços em cento e nove direções possíveis_______

e eu não perderia as cores principais
e nem dos trigais a estrada deixaria de bacorejar uns cóses de Última Saída:
viver seriam caninderés de quadros 
que meus meninos pintaram pra bendizer o avô - se OUTRO tivesse sido o pai mostrado por ele ao desbastar a
grã-caverna das Solitudes_________

daqui de dentro os sóis não mais Brincácia de orabelés, agora vejo apenas 
as nuvens dum protopróximo Inverno
que os tordos trazem nos ombros
e no vozerio de pós-infâncias e cristais de cirandas, agora cores espalharadas
no chão da casa das paredes sem Roupa.

Desdouro(Sem torniquetes. À memória de Mário de Sá-Carneiro. Para Melissa Cathaldo)

"Aquele que não tem como chorar com alguém é MALDITO"(grafito num muro qualquer de Jacarepaguá)

Às margens dos rios de babilônia
desvisto o que não é delírio, nem fruto 
do último x-tudo comido às quatro da manhã 
no podrão da Lapa_________

chuva Mara naquele ita(número Trézimo).
Rios têm cinquenta mil dentes 
de por inveja no fio das lâminas que Madame Satã
guardava preles mal-concertados.

O cântaro virou cascalho e mesmo ela fonte
é manchetê d'anteontem. Sem carnegão,
sem móres
convalescenças.

"Às margens dos rios de babilônia" Inexiste
aeroporto em frente.
Não há família se despedindo. Não há Paris - nem no ano 2000 nem NUNCA - muuuito ao contrário, reverso
de um revirado à solta aos galopes,
paredes Nuas__________

'stão todos(família) nos amarélios do pulcro álburum,
unissonamente a me chamar pra mode
tomar assento.

Rabisco de Oganindés(Dedicado ao Túlio Cecí Villaça)

Madrugada de onze de abril. O pesadelo 
é o mesmo de Sempre - começa
por um friúme no espinhaço do espírito -
certeza da Infinitude
dela ilha de manhattan. Depois 

é aquele planalto - verdamarelo, gigante -
roído por urubupungás que desarandam na porta
das caratingas, e dona esperança 
é toda Passado, que nem educação 
no bom tempo dantanho__________

quando era Flor o alúmio nos zóio Tudo e os generais 
só montavam cavalos de quatro pernas. Não havia
câmara em exercício, e os versos do poeta Grande 
não vinham nos jornais como galhofa.

Os rios ficavam lá embaixo, no fundo das pontes
e não chamavam ninguém 
pra ver misteriosos carnavais.

Hoje - e este "hoje" vem durando um tempaço -
os urubus tripumbam pungás nas casas de
quase todos, os horizontes não há quem deles 
se achegue - andam enrolados nos carretéis 
do São Nunca, certamente o santo
mais Odiado no calendário 
dos credos todos________

olhando pra riba e em frente 
o lugarzim da chegança - há muito se Sabe -
é o Mêrmo descoberto pelo Raul
na fórmula pluct, plact,
zum.

domingo, 9 de abril de 2017

As Incelenças(Estudo, sobre eleições, e outros roncós Cabamúndios. Para Luciana Moraes, e também para os amigos Rafael Zacca e Daniel Grosman)

Maravalhas e cóses
ver trançadura de zirílios Vidrilhos:
assim desvejo qualquer rosto de primavera 
neste país, onde por Tudo e desde o planalto 
faz Noite________

São Paulo de corpo Inteiro(e o resto da federação)
parem giras de tucanatos nas eleições - ê Virgulêra
tipo ebó-Cabamúndio!!

O sobrante nas algibeiras
sabe Pior que vinterém 'zinhavrado: Inadiantam

rocinantes que falem inglês e flaterejem
medalhões de honorício se nas casacas passeiam
ratos gigantes, que Roem gente 
e a esperança mais Dentro delas________

São Mármaro foi na emergência do hospital da Posse
após tomar uns ácidos verdamarelos
e a bad trip versar sobre tucanos de quarenta andares,
cavalgarados por demoniões de sete cabeças dez chifres 
e sobre os chifres nomes de Blasfêmia_________

trançadura sem Espelhos de cóses, e Pronta 
em pranchejar Fogaréus:
sem reticências.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Noticiário felizmerente sem sangue(Ao compadre Israel Chaves)

Os meganhas - eles dois três -
mamulengos do Crazumôto -
entram em bonde no táxi,
pensando ideias de Jeríííco, e o pobre
do motorista já se vê
nele Piáu do leiteiro,
outra face dessa moeda Incardida
que é viverer na cidade - maravilhosa 
só nos Lembrúrios dos cabrunco véio__________

mas acontece que eles anjos dos Três batem ponto
também na estrada das canoas, o próprio santo - Conrado -
às vezes desce pruns chopes com os maraváio',
disfarçarado em mestre-de-obra
piauiense.

Os Anjorões - morenos, bons, brasileiristas SIM -
'rranjaram "blítes" dos hômi
onde normalmente não teria,
provando SIM que às vezes chifre se Dá
em cabeção de cavalo_________

e o meu compadre Israel foi poupado
de vir na capa do meia-hora que nem o leiteiro 
em 1950________ moral da história 

Os Três candongam conta
de olhar por Tudo, e por Nós.