segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Cidade dos Homens(Para o amigo Erick Moraes)

Cidade dos homens:
O calendário  vestido
em quarta-feira  e  Cinzalha.

As avenidas  fumam petróleo enlatado,
pescoços braços e pernas  batem  cabeça
num trânsito  regido
pelo dragão da maldade.

Quando anoitece
várias  estrelas  faltam ao trabalho
(vento sopra uns trombones de chuva Próxima)

e os trens  retornam para os  subúrbios
levando  quem  não se acaba de  Morrer.

3 comentários:

  1. Bem Cidade dos Homens,
    sob as cinzas,
    sem estrelas,
    levando quem vai
    morrendo
    pelo caminho.
    bjs

    ResponderExcluir